Sweet de Domingo

“A menina, com seu vestido estampado sentia tudo girar.
Ela girava até ficar tonta.
Porque ela gostava daquela tontura pra viver.
Era como centenas de borboletas farfalhando dentro dela.
E no bater das asas, levassem embora as memórias, as derrotas, os cansaços.
Depois, a menina saía mais leve.
Como se pisando estivesse num tapete florido.
Um pouco mais de vento, ela saia voando.
Gostoso não sei se era.
Mas bonito parecia.
Ver a menina daquele jeito, cabelos soltos, pés descalços, sorriso no rosto, uma estrela na testa.
Como num quadro pintado a guache.
Girando e vendo tudo girar.
Ela e Deus.
Sozinha no planeta Terra.”

Ótimo Domingo, amorinhas !

Bjsssss

Deixe um comentário