Que venha 2016

(Texto by Ale Luchini)

“O ano ímpar, o tal que não é o meu preferido…
Ano de ter ainda mais orgulho do Gus, de participar um tanto mais da vida dele e sentir o quanto ele também curte esses momentos.
Ano de receber ajuda dos amigos e da família. Afinal, aprendemos desde pequenos que os beijos curam as dores.
O ano de fazer minhas próprias escolhas, de aproximar ou reaproximar da música, dos filmes e dos livros.
Não esquecer as panelas, as xícaras, as formas, as apresentações culinárias… De admitir o quanto tudo isso me realiza…
De descobrir num segundo o quanto se era feliz, o quanto uma cicatriz pode doer e o quanto se é capaz de suportar até que você se acostume, até que ela realmente faça parte do seu mais profundo ser…
De resgatar as velhas amizades, curtir as novas e ser tão grata qto possível ao destino, por permitir que eu conviva com seres tão queridos e especiais…
O ano de levar mais uma sacudida, de entender a importância de alguém em minha vida da forma mais brusca: perdendo-a.
Ano de tentar entender, compreender, aprender. Ano de ter mais compaixão, leveza, empatia.
Ano de não ter tempo de sentar no quarto escuro pra curtir a fossa; não dá tempo, o que ficou segue, já é 2016.
Como sempre encarar os acontecimentos como aprendizado e jamais como um fardo.
Sou grata por tudo e por todos. Sou infinitamente grata.”

Amorinhas, eu desejo de todo coração que tenhamos um 2016 inesquecível !!!

Bjsss, felicidades mil..

Deixe um comentário