Mitos e verdades (por Aline Lemke)

Gente, a Aline é uma querida, tem um blog ativamanipulacao.blogspot.com muito bacana e útil, e o post de hoje é dela!

Espero que aproveitem!

Mitos e Verdades sobre Dor de Cabeça

MITO – A dor de cabeça sempre representa um sinal de alerta para grave lesão orgânica na cabeça.
VERDADE – Diferentemente das outras dores, a maior parte das dores de cabeça são benignas, não representando sinal de alerta para outras doenças. Não existe relação entre intensidade e eventuais doenças mais sérias.

MITO – Qualquer dor de cabeça necessita de exames para seu diagnóstico.
VERDADE – O diagnóstico das causas de dor de cabeça é clínico. Quanto aos exames, eventualmente são necessários, mas o tipo de exame vai depender da hipótese diagnóstica feita. Assim, às vezes um exame altamente sofisticado como a ressonância nuclear magnética pode não definir adequadamente o diagnóstico, o que um exame bem mais simples faria.

MITO – A dor de cabeça é igual para todas as pessoas.
VERDADE – A dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável e sua intensidade depende de uma série de fatores (inclusive fatores constitucionais e raciais).

MITO – Lavar a cabeça durante o período menstrual pode causar dor de cabeça.
VERDADE – Existem dores que tem relação com os ciclos hormonais da mulher e a enxaqueca é uma delas – portanto, não é o lavar a cabeça que causa a dor, mas as alterações hormonais causadas pelo ciclo que facilitam os mecanismos desencadeadores da dor.

MITO – Toda dor de cabeça é grave.
VERDADE – A maior parte das dores de cabeça são primárias, ou seja, não apresentam causa estrutural evidente, sendo benignas e controláveis.

MITO – Dor de cabeça é muito rara.
VERDADE – Dor de cabeça ou cefaléia é um dos principais sintomas que atinge a humanidade.

MITO – Para qualquer tipo de dor de cabeça, iniciar o tratamento o mais rápido possível com analgésicos é o ideal.
VERDADE – Com o advento do conceito de cefaléia crônica diária, causada pelo uso abusivo de analgésicos, este velho preceito médico vem sofrendo transformações. Nos casos de dores mais leves e que não interferem nas atividades, formas de tratamento não farmacológico (relaxamento, banho rápido, descanso) podem ser úteis. Apenas as crises moderadas a graves recebem tratamento medicamentoso sintomático (uso de analgésicos).

MITO – Existe cura para a enxaqueca.
VERDADE – Embora muitas pessoas depois dos 50 anos deixem de apresentar crises de enxaqueca, não se considera que haja uma cura – esta doença envolve aspectos constitucionais que não são passíveis de eliminação. O que ocorre é que se os fatores que a desencadeiam forem controlados, eventualmente as crises deixarão de aparecer.

MITO – Nervosismo causa dor de cabeça.
VERDADE – Os fenômenos emocionais funcionam como fatores desencadeantes ou agravantes de dores em pessoas já predispostas (cefaléia tensional, enxaqueca e outros tipos de cefaléia).

MITO – Café é bom para dor de cabeça.
VERDADE – Em geral quando uma pessoa toma café para tratar a dor e obtém resultado efetivo – certamente estará apresentando o que se chama de cefaléia por abuso de cafeína.

MITO – Enxaqueca e cefaléia são sinônimos.
VERDADE – Cefaléia é toda dor referida na cabeça. Enxaqueca é um tipo particular de cefaléia.

Bibliografia:
Conhecer e enfrentar – dor de cabeça e enxaqueca – Ed. Contexto – Getúlio Daré Rabello
Manual de tratamento da cefaléia – Ed. Revinter – Joel R. Saper, Stephen D. Silberstein, C. David Gordon, Robert L. Hamel
ABC.MED.BR, 2011. Mitos e verdades sobre dor de cabeça.

Deixe um comentário