Fênix

Depois dos últimos dias tensos que todos nós passamos, achei que tudo que precisávamos nessa hora era de uma mensagem de esperança, de ânimo, para elevar autoestima de todos. Escolhi essa crônica, Fênix, do amigo Márcio Volkmann, do site Nova Blumenau. Essa crônica ele escreveu 3 anos atrás, quando aquela catástrofe de 2008 estava terminando. Achei show, e tirando a parte de deslizamentos que dessa vez teve bem menos, tem tudo a ver com o que aconteceu por aqui nos últimos dias né? Então, segue:

Fênix

A natureza é impiedosa. Blumenau foi e é manchete nos noticiários não como estávamos acostumados. Aconteceu…..
Soterrados foram muitos corações. Inundados muitos sonhos. Lembro de Carlos Drummond de Andrade, em seus versos:

“ E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José ? “

E agora? E agora Blumenau?

E agora? Agora Blumenau voltará a ser a cidade que impressionou todo o mundo nos primórdios dos anos oitenta. Tal qual fênix, ela ressurgiu. E agora não será diferente.

Foram-se vidas, foram-se paredes, muros, morros, mas ficou algo que não escoa nos bueiros. A essência. A essência do nosso povo. O povo que se doa, calça suas botas, troca carro por canoa e que estende o braço a quem precise. O povo que levanta as mangas e junto com a lama leva pra fora de casa um passado que quer esquecer.

O povo que inunda de esperanças toda uma região devastada, com doações de todos gêneros, que trazem alento a quem precisa. Logo, suas chaminés estarão de volta. O progresso, tal qual em nosso hino, mora aqui. E como nossa gente, não irá abandona-la.

Breve, nossas bandinhas estarão de volta, em coretos limpos, sem a água como vizinha. E em breve, nossos irmãos de todo o Brasil, blumenauenses honorários de coração e que transformaram as estradas do nosso estado em um verdadeiro corredor de solidariedade, serão acolhidos aqui com a mesma alegria de sempre, em nossas casas enxaimel, em nossas ruas limpas, em nossas festas.

Pra frente Blumenau ! Seu povo é sua força motora, e juntos faremos uma Blumenau ainda melhor, pra quem quiser ver. Eu quero. E você ???

Márcio Volkmann (filho orgulhoso de Blumenau) – Twitter @marciovolk e @novablumenau

Deixe um comentário