Amor feito bumerangue…

“Uma vez, num alembro o dia, eu e o cumpadre tava proseando. Até que cumpadre resolveu filosofar:
– O amor, é igualzin um bumerangue. Se for daqueles bão, cê joga e ele volta rapidin. Mas, se for do ruim, cê joga ele num volta nunca mais. Cê entendeu, cumpadre?
De verdade, num entendi foi nada que o cumpadre falô, mas aquilo apertô meu coração dum jeito.
Voltei pra casa, só pra abraçar meu bumerangue… quer dizer meu amô.”

Que tenhamos uma linda quarta-feira.

Bom dia amorinhas.

Bjssssss

Deixe um comentário